tormenta


Um barco da pesca ao caranguejo, registado em Port de Grave (Terra-Nova), durante uma tempestade nos Grand Banks da Terra-Nova.
Este território atlântico terá sido intensamente frequentado pelos navios de pesca desde finais do séc. XVII, e a ele está associada a epopeia da pesca do bacalhau, desde essa época. Aqui se juntaram enormes frotas de grandes escunas, armadas localmente ou provenientes de portos longínquos.
Hoje, a pesca do Caranguejo Rei constitui uma fonte económica para esta região do Canadá. Porém, como em todas as actividades que se desenvolvem no mar, não está isenta de riscos sendo, até, considerada uma das pescas mais arriscadas.
Aqui ficam duas fotos de uma mensagem reencaminhada pelo meu amigo E. Calado, ele próprio um verdadeiro homem do mar – de alma e coração.
-

Fotos do barco constantes na mensagem reencaminhada; mapa retirado da wikipedia; foto do caranguejo, de autoria desconhecida, retirada da Internet.

3 comentários:

Luis Nadkarni disse...

Estas tempestades fazem-me lembrar o Mar do Norte, onde trabalhei a bordo de uma Plataforma Perfuradora Gás Natural (1992-1994).
A viagem era feita de Helicóptero a partir de Den Helder (Holanda) mas também experimentei fazer o trajecto por mar devido ao nevoeiro.
Uma experiência fantástica.

BLUE MOON I disse...

E é o MAr do Norte nas fotografias. Peterhead é o poiso normal dos barquitos, um deles afundado.
Cumprimentos

francisco disse...

Pois nunca tive o prazer de navegar nesses mares. Saúde.