Lixo no Mar


Se não reduzirmos os níveis
actuais de poluição 
em 2050 os mares 
terão mais plástico do que peixe.

Boa Esperança faz estrago em Vigo

Accidentada llegada a Vigo de la nao "Boa Esperança"

«Los portugueses se llevan a los Duques de Alba por delante .... Boa Esperanza... No les entro la inversora y cuanto más aceleraban para ir atrás, más iban avante. Hay que aclarar que no son portugueses, repetimos no son portugueses como dice la prensa, los marinos y el patrón son españoles, concretamente de Andalucia»

ler aqui a notícia

Izado de la pasarela desde una grúa. / Foto: Puerto de Vigo


Energia das ondas com tecnologia portuguesa



«Temos o movimento de subir e descer, e depois tem um cilindro no interior que guia uma caixa de mudanças, que movimenta geradores, que transmitem a energia por um cabo para terra»

Notícia  aqui e aqui

Algarve - Passeios de barco movido a energia solar

foto da Sun Concept

«Equipado com dois motores eléctricos e seis painéis solares, o Sun Sailer navega pelas águas calmas da Ria Formosa de forma totalmente eficiente.»

Picado daqui



Das Pescas e da Indústria Conserveira

O Declínio das Pescas e da Indústria Conserveira não foi um resultado da integração de Portugal na CEE. Estas actividades já apresentavam problemas estruturais e conjunturais na década anterior.

recortes da Revista Algarve Ilustrado de Agosto de 1971


Bandeira de conveniência

Se funcionar, é uma boa alternativa ao excesso de legislação, de exigências absurdas, e de taxas e impostos duplicados existentes em Portugal.


Clicar aqui para aceder ao sítio


Sismologia



Sismicidade e tectónica em Portugal

«Portugal, no contexto da tectónica de placas, situa-se na placa Euro-Asiática, limitada a sul pela falha Açores-Gibraltar (FAG) que corresponde à fronteira entre as placas euro-asiática e africana e a oeste pela falha dorsal do oceano Atlântico.
(...)
O movimento das placas caracteriza-se pelo deslocamento para Norte da Placa Africana e pelo movimento divergente de direcção E-W na dorsal atlântica. Na zona mais ocidental da fractura Açores-Gibraltar (FAG) encontra-se a junção tripla dos Açores e a Sudeste da ilha de S. Miguel a fractura toma uma direcção E-W, com movimento de desligamento e é conhecida por Falha da Glória. Um pouco mais para oriente, na zona do Banco de Gorringe, o movimento de desligamento passa a cavalgamento da placa euroasiática sobre a placa Africana. Para oriente abandona-se o domínio oceânico e entra-se no domínio continental com convergência continente-continente.
Devido a este contexto tectónico, o território português constitui uma zona de sismicidade importante.
Na zona mais ocidental da fractura Açores-Gibraltar, na junção tripla dos Açores, a sismicidade que se faz sentir está relacionada quer com o vulcanismo quer com a movimentação interplacas. A Sudeste da ilha de S. Miguel, a Falha da Glória tem um comportamento assísmico o que pode ser devido à reduzida taxa de movimento que poderá provocar sismos de grande período de retorno. Na zona de cavalgamento a sismicidade é difusa, não delimitando bem uma zona de fronteira, evidenciando um mecanismo complexo de fronteira de placas.
A sismicidade observada mostra que a actividade sísmica do território português resulta de fenómenos interplacas e de fenómenos localizados no interior da placa (sismicidade intraplacas). Aqui, ao contrário da sismicidade interplacas que se caracteriza por sismos de magnitude elevada e grande profundidade, a sismicidade é baixa a moderada e mais difusa, sendo difícil a relação directa entre as falhas existentes e os epicentros dos sismos.
(...)
Como já foi referido, além da sismicidade associada à fronteira de placas, existe actividade sísmica significativa no interior do território português causada pela própria tectónica do território. Neste contexto intraplacas podem salientar-se como zonas sísmicas mais importantes:

(ii) a região do Algarve, onde os sismos de Novembro de 1587 e de 12 de Janeiro de 1856 provocaram grandes estragos no sotavento algarvio e onde o sismo de 1722 provocou grandes estragos materiais e humanos desde o Cabo de S. Vicente a Castro Marim...»

texto completo aqui


Feira de Barcos - Novos e Usados

Imagens da Feira de Barcos Novos e Usados, organizada pela Soproyachts na Marina de Lagos, em 26 e 27 de Março de 2016. Felizmente, nesta terra, há que faça alguma coisa em torno do cluster MAR.













Serpente do mar, peixe remo ou "oarfish"

Quando há uns 3 anos vi, pela primeira vez, fotos deste peixe julguei tratar-se de fotomontagem. Afinal existe mesmo e é um peixe muito interessante. Aqui ficam umas fotos picadas da net.







e o link para saber mais, aqui e ver filmes  aqui e aqui